Descobri quem é Wolfgang.

Descobri também que gosto de música clássica. Sou careta demais pra minha idade?

mozart

Esse senhor ai parece ser. Não posso julgá-lo dessa forma porque ainda não o conheço tão bem. Mas conheço o seu nome agora: Wolfgang Amadeus Mozart (ou Johann Chrysostom Wolfgang Amadeus Mozart). Quando eu iria imaginar??

tumblr_inline_naqh5mfyoe1qz7j5g

Tudo bem que não há nenhum brilhantismo nessa descoberta, mas pra mim foi bem perturbador. Sempre achei que fosse apenas Mozart, simples assim. E o mais perturbador foi que não tive sono, tédio ou coisa parecida quando ouvi suas músicas. Evolução ou quebra de preconceitos? Talvez ambas as expressões signifiquem a mesma coisa, não é?

Piano Sonata nº 12. Me senti em um palco sendo levada pela música, e quis voar! Não era uma brisa, eu juro.

Lacrimosa. Essa toca fundo na alma, te leva pra outra dimensão. Uma distopia talvez.

Le Nozze di Figaro. Quero que essa sonata toque todos os dias quando eu sair de casa. Juro que vou sair saltitando de casa!

tumblr_lcpma83f4t1qe6mn3o1_500

Então imaginei como seria incrível ler acompanhada dessa trilha sonora. Quanto isso impulsionaria minha imaginação e daria um up grade para a história? Não sou especialista em Wolfgang (já somos quase íntimos), mas tenho certeza que encontraria uma música para cada tipo de história.

Estou preparada para quebrar as batutas do preconceito e mergulhar nessa experiência.

anigif_original-15973-1406293924-3

Vou juntar as coisas que mais me emocionam hoje em dia: ler e ouvir Amadeus (adoro brincar com os nomes dele rsrs).

O próximo Impressões de Leitura virá com um sabor diferente.

mozart-glasses

Beijo do Wolf 😉

Paz.

TAG: Descobrindo novos blogs

Não morri, se querem saber.

giphy

Só me falta, as vezes, a coragem de espantar a preguiça! E como estou acumulando TAGs que me foram indicadas, vou começar por elas.

Hoje recebi um convite da Glenda do Meu Nome não é Gabriela para responder a TAG Descobrindo Novos Blogs, então aí vamos nós:

sem-titulo2

Regras:

Agradecer a quem te indicou, colocando o nome e o blog da pessoa que te indicou;
Responder as perguntas abaixo;
Indicar até 10 blogueiros para responderem a tag;
Avisá-los do convite;
Formular 10 perguntas para eles responderem.

Perguntas da Glenda:

1. Você tem um livro que mudou a sua vida?

Sim, e foi através dele que conheci uma das mulheres mais incríveis da nossa história: O Segredo de Frida Kahlo, Francisco Haghenbeck. Estou me preparando agora para ler a biografia de Frida.

2. Que música você escuta sem ninguém ver?

Gosto de pensar que estou sendo transgressora escutando Nego do Borel, só que não.

3. Se você pudesse ter a amizade de um personagem (ou pessoa famosa) qual seria e porquê?

Com certeza gostaria de ser amiga de Lena Dunham. Como já mencionei em um texto anterior, ela se permitiu ser totalmente aberta sobre suas experiências e sente orgulho delas. Por isso ela é uma das minhas divas.

4. Qual foi a decisão mais difícil que você já tomou?

Uma mudança de emprego.

5. Qual é o personagem de televisão (ou livro) que você simplesmente adora?

Mônica Geller. Na verdade vejo muito dela em mim rsrs.

tumblr_inline_mwbx71r4rk1qc9lhz

6. Qual foi a melhor viagem que você já fez?

Um cruzeiro até o nordeste com a minha mamis. Incrível! Foi um ótimo tempo que passamos juntas.

7. Qual seu filme preferido?

Uma Canção de Amor para Bobby Long, direção de Shainee Gabel. Trilha sonora maravilhosa, várias citações incríveis e uma história que incomoda e encanta ao mesmo tempo.

8. Qual foi a sua pior matéria na escola?

Física com certeza.

9. O que você faria se alguém lhe dissesse que você nunca vai ser algo na vida?

Me machucaria muito, mas com certeza iria querer provar o contrário.

10. Sua mãe lhe pede para ir à padaria, você dá o troco para ela ou fica para você?

Se eu vou a padaria ou ao supermercado, mesmo que para minha mãe, é por minha conta. Então o troco já é meu rsrs.

0096540dea0c892e22ee982a3c2817d9

Minhas perguntas:

  1. O que é o paraíso para você?
  2. Quantos livros já leu esse ano? Qual foi o preferido?
  3. De qual filme gostaria de fazer parte do elenco? Sendo qual personagem?
  4. Se pudesse, qual presente gostaria de dar aos leitores do seu blog?
  5. Diga uma música que marcou um momento (bom ou ruim).
  6. Se tivesse um poder sobrenatural, qual seria? Por quê?
  7. Neste momento: comprar uma bicicleta ou um apê?
  8. Qual a frase ou bordão que você mais gosta de citar?
  9. Como imagina o relacionamento ideal?
  10. Você ainda tem fé em nós, humanidade, ou não estamos merecendo?

Blogs que indico:

 

Paz.

Vamos falar sobre: Dr. House e o Blues

Amo assistir ao seriado House.

Fico reprisando no Netflix incessantemente até enjoar. Porque a relação do Dr. House com suas equipes de diagnósticos é tão turbulenta e impressionante, não é apenas medicina e sim um estudo desinteressado das relações humanas, da ética, e da nossa relação com a dor e a tristeza.

A personalidade desse médico nada convencional nos atrai de uma forma que nos pegamos as vezes por aplaudir condutas que na verdade são censuráveis. Mas um lado dessa personalidade que mais me atrai é a sua sensibilidade para a música, mais especificamente para o blues. Na série ele toca piano, mas na vida real também é ligado a música. O ator Hugh Laurie também é um premiado músico britânico.

E como com todos aqueles que eu admiro o trabalho e a vida, não me privei de ir em busca de um pouco mais dessa arte que ele aprecia, e que não achei que fosse mal beber da mesma fonte.

Primeiro um pouco de didática resumida:

O blues teve sua origem na expressão cultural através da música de uma minoria ligada à população negra americana. Eles procuravam redenção na música, tentando explicar através dela seus sentimentos, e por um bom tem tempo o blues foi o reflexo dos negros… O blues foi criado por músicos que não tinha conhecimento teórico musical e por isso tinha como fundamento a improvisação das letras e improvisação instrumental, que é uma das principais diferenças do Blues em relação ao Jazz.

Fonte: Agudos e Graves

Não vou discorrer aqui sobre grandes nomes do Blues e de sua história, mas sobre o que eu senti ao ouvi-lo. Como eu falava de poesia e poemas agora há pouco, deixei a criatividade voar por essa letra que é um verdadeiro poema:

So many days since you went away
I often think of you night and day
But I know that someday
Someday darling I won’t be trouble no more
Trouble trouble and misery
Is about to get the best of me
But I know that someday, someday darling
I won’t be trouble no more

I told you my story
I sang my song
about you leaving baby
you know that’s wroing
But oh, someday, someday darling
I won’t be trouble no more

Como no poema, ouvi a letra algumas vezes até começar a criar um cenário na minha mente. A impressão que tenho é que houve, claro, um término de relacionamento e a música fala sobre a promessa de ser melhor, de mudar, pois agora ele é só “Trouble trouble and misery” (problema e miséria). Então eu me encontro em um ambiente mais escuro e com fumaça de cigarro, em uma época de glamour mas também de opressão. O relacionamento já desgastado pelos tropeços e caídas do parceiro, e por fim o abandono. O ex-parceiro não conseguiu largar dos maus vícios, as manias erradas e acabou sufocando qualquer sentimento. Quem se foi não vai voltar, provavelmente, pois já esgotou suas esperanças. Mas o ex-parceiro acredita em sua própria promessa, um dia ele não será mais o problema.

Olha ai o texto nos contando mais do que as palavras podem dizer! Claro que foi mais uma descoberta maravilhosa. Isso é mágico. Eu já tinha tido experiências com o jazz e o blues e gostado muito, mas esse novo olhar para a poesia deixa o mundo um pouco maior.

Pra finalizar, não posso deixar de exemplificar o ótimo trabalho de Hugh Laurie:

Fascinante!

Paz.

25: Reconcialiação

Estava lendo sobre o novo álbum da Adele, que será lançado em novembro.

Adele fez um comunicado em seu twitter sobre os 3 meses que ficou afastada e sobre o conceito do novo álbum, e esse comunicado me atingiu forte. Sabe aquela sensação de “não estou sozinha no mundo”? Minha terapeuta já me disse pra tatuar isso. Tenho tido essa sensação várias vezes ultimamente, ainda bem. Egocentrismo não tem nenhum glamour… segue o comunicado dessa diva que é a Adele (mais uma pra minha lista):

Quando eu tinha 7 anos, eu queria ter 8. Quando eu tinha 8, queria ter 12. Quando eu completei 12, queria ter 18. Após isso, eu parei de querer ficar mais velha. Agora digo que tenho entre 16 e 24 só para ver se passo despercebida! Eu sinto que passei minha vida inteira até agora desejando algumas coisas. Sempre desejando ficar mais velha, desejando estar em outro lugar, desejando lembrar e desejando esquecer também. Eu sinto que passei minha vida toda até agora querendo isso. Sempre desejando que eu fosse mais velha, desejando que eu estivesse em algum lugar, desejando poder lembrar e poder esquecer também. Desejando que eu não tivesse arruinado tantas coisas boas porque eu estava assustada e entediada. Desejando que eu não fosse tão certinha toda hora. Desejando que eu tivesse conhecido melhor minha bisavó, e querendo que eu não me conhecesse tão bem, porque isso significa que eu sempre vou saber o que vai acontecer. Desejando não ter cortado meu cabelo, querendo ter 1,70m. Desejando que eu tivesse esperado e desejando que eu tivesse me apressado também.

Meu último CD foi um sobre término e se eu tivesse que definir esse seria sobre reconciliar. Eu estou fazendo as pazes comigo mesma. Recuperando o tempo perdido. Compensando tudo o que eu fiz e o que eu não fiz. Mas eu não tive tempo para me agarrar ao passado como eu fazia antes. O que está feito, está feito. Completar 25 anos foi um ponto de transformação para mim, bem no meio dos meus 20 anos. Oscilando entre o final da minha velha adolescência e da minha vida completamente adulta. Eu tomei a decisão de ser quem eu serei para sempre, sem encher um caminhão de mudanças com as minhas antiguidades. Eu sinto falta de tudo sobre meu passado, as coisas boas e as ruins, mas só porque elas não irão voltar. Quando eu estava lá, eu queria sair. Tão típico! É sobre ser uma adolescente, saindo por aí e falando merda, sem ligar para o futuro porque isso não importava tanto quanto importa agora. A habilidade de ser irreverente sobre tudo e não ter consequência. Até mesmo seguir ou quebrar as regras… Que é bem melhor que fazê-las.

’25′ é sobre conhecer quem eu me tornei sem nem me tocar disso. E me desculpem ter demorado tanto tempo, mas sabe, acontece.
Com amor, Adele.

Estou com 25. Esse ano foi um ano de mudanças para mim. Primeiro, foi como um divisor de águas, da Carol menina para a Carol mulher em vários aspectos. Depois, foi uma montanha russa de emoções, de decepções e descobrimentos. E agora estou em uma fase de adaptação, me amando muito mais e me permitindo ser mais eu mesma. Tudo muito difícil, as vezes doloroso, mas acima de tudo gratificante. Claro que não foi do nada, mas acontecimentos fortes me levaram a isso e eu estou aprendendo com eles.

Não sei se é algum tipo de ‘crise dos 25 anos’, mas estou certa de que é um processo que todos precisam passar mais cedo ou mais tarde. Encontrar sua essência, lutar por você e acreditar no seu potencial. E mesmo com todas as pedras que coloquei encontrei no caminho, não importa, eu estou amando esse roteiro que estou criando para o meu próprio filme.

Obrigada querida Adele.

Paz.

*Atualização: Liberaram hoje, 23OCT, o novo single da Adele – Hello:

Plantar pássaros

Preciso compartilhar isso.

passaro-pega-semente-grao-em-comedouro-1329164576561_615x300

O texto “Plantar Pássaros” me tocou muito e quero que vocês também tenham acesso. Foi escrito por Diego Engenho Novo em seu blog Palavra Crônica. Ele em parceria com a numeróloga Lúcia Rosa tentaram descobrir qual é a crônica perfeita pra cada signo. Acredito muito que a energia do Universo influencia nossos humores e personalidades, pois já que o céu influencia os mares por quê não nos influenciaria também?

O texto para o meu signo, Peixes, me fez pensar e acho que independente do signo a mensagem tem que ser absorvida por todos. Que não tentemos mudar as pessoas que amamos para adequá-las a nossa vontade, a sua felicidade pode não ser a de outra pessoa. Se a quer por perto, apenas aceite-a e viva a sua presença.

Essa conversa com Gualter me lembrou uma antiga canção basca que adoro: “Eu me apaixonei por um pássaro. Eu queria cortar as suas asas para que ele nunca me deixasse, mas ele não seria mais o pássaro por quem me apaixonei”.

Leia o texto completo.

Para ler a crônica do seu signo acesse aqui.

Paz

Mais uma! Tag da Irmandade dos Blogueiros do Mundo

Minha gente, mais uma TAG! Amo muito tudo isso demais!

wpid-wp-1441747549287

Quem me convidou para responder essa Tag foi a lindíssima Glenda do blog Meu Nome não é Gabriela, muito obrigada Glenda!

E as regras são:

  • Inserir o logotipo da Tag
  • Agradecer e marcar o Blog que te indicou
  • Responder a dez perguntas
  • Indicar dez blogueiros e avisá-los
  • Criar dez novas perguntas para os indicados

Essas são as perguntas que a Glenda fez:

  • O quê te motivou a criar um blog?

Eu precisava de um escape para a minha mente em um momento da minha vida em que eu estava tentando me encontrar, precisava me acalmar. Descobri que estava com Síndrome de Ansiedade Generalizada, comecei o tratamento para não cair em uma depressão e o blog me ajudou muito a parar de ter tiques nos olhos e ouvir vozes  a encontrar criatividade, ânimo e um pouco de humor dentro de mim!

  • Filmes ou séries?

Que pergunta difícil!! Amo muito filmes e séries, mas  acho que meu coração pende mais para o lado das séries. Principalmente as mais antigas e que não canso de rever: E.R., Friends, The O.C., Dawson’s Creek, Um Maluco no Pedaço, Todo mundo odeia o Chris, Três é Demais, Smallville, House, CSI, etc. Das mais atuais curto muito Grimm, Sense 8, The Blacklist, Agents of S.H.I.E.L.D. e quero muito começar Narcos!

  • Verão ou inverno?

Na verdade prefiro o Outono, por que gosto muito do Sol mas não curto o calor de 40 ºC.

  • Comer ou dormir?

Poxa Glenda, você quer me matar. Mas acho que dormir, esse com certeza é meu hobby rsrs.

  • Como você se imagina daqui a 10 anos?

Não tenho a menor ideia. Ainda não sei como vou estar ano que vem rsrs.

  • Quais as pessoas mais importante na sua vida?

Meus pais com certeza, são a minha base e minha força. Sei que posso contar com eles para o que precisar, que vou encontrar neles o apoio que preciso e os conselhos mais valiosos. Eles tem meu respeito e minha admiração. E devo muito também aos meus avós, que sempre participaram da minha criação.

  • Você tem animais de estimação?

Sim! Dois cachorros que amo. Se não os conhece ainda veja esse post.

  • O quê é pior: colocar o leite no copo e ver que não tem Nescau ou abrir o freezer para pegar sorvete e ver que o pote ta cheio de feijão?

Nesse caso o pote de feijão rsrs. Como não tomo Nescau, ficaria putíssima muito brava se não tivesse café para colocar no leite.

  • Pior programa de TV?

Acho que o Programa do Ratinho, já tentei assistir mas não desce. Existe ainda?

  • Qual o maior mico que já passou?

Eu sempre fui campeã em estar falando mal de alguém (shame on me) e a pessoa chegar bem nesse momento, principalmente na faculdade, falando mal dos professores ¯\_(ツ)_/¯.

Agora, minhas perguntas:

  1. Qual música está no seu repeat agora?
  2. Existe algum livro que está lendo ou que deseja muito ler? Se sim, nos conte um pouco mais sobre ele?
  3. Qual a frase ou palavra que você mais repete? Coloque ela em uma frase para que possamos entender como a usa.
  4. Cinema ou sofá da sala?
  5. O que esta frase significa para você: ” A beleza é a verdade, a verdade a beleza.”  – Ode a uma Urna Grega, John Keats.
  6. Qual é ou foi a sua viagem dos sonhos?
  7. O que te irrita muito e te tira do sério?
  8. O que te deixa muito feliz, agradecido ou abençoado?
  9. Existe alguma barreira ou limite pessoal que está tentando quebrar? Qual? Nada de segredinhos, põe na roda!
  10. Cite uma mulher que te inspira e que você tem orgulho.

Indicados e indicadas:

*Gente, desculpa, mas eu não conheço tantos blogueiros ainda e a maioria que eu conheço já responderam essa Tag. Mas quem mais quiser responder, fique a vontade! (coisa de principiante rsrs).

Paz

Minha primeira Tag!

Recebi um convite para uma Tag.

A tag “Você é uma pessoa organizada” foi me mandada pelo excêntrico e inteligentíssimo Gill do Casuísmo e me deixou super empolgada, afinal é a primeira vez que alguém me convida para uma tag. Parece que finalmente minha iniciação no mundo dos blogs foi concluída!

Exageros a parte, vamos a tag. Pelo que entendi, eu só tenho que responder a 10 perguntas e indicar mais 10 blogs para responder também. Mas essa parte de indicar eu vou pular, pelo menos nessa primeira tag. Quem quiser, sinta-se a vontade para responder.

A hora da verdade:

1 – Você planeja sua semana, se planeja, como?

Planejo muito, principalmente se tenho vários compromissos, pois minha cabeça é terrível e esqueço muito fácil. Eles precisam estar bem claros na minha agenda, que aliás é como uma parte do meu corpo.

2 – Costuma usar agenda ou planner?

Minha agenda é a do Outlook no celular.

3 – Quando precisa de algo rápido em casa, costuma achar com facilidade?

Sempre acho, não só em casa como no escritório, tudo tem seu devido lugar. E eu odeio quando a faxineira tira tudo e coloca em lugares diferentes.

4 – O que você tem em cima do seu criado mudo?

Várias coisas. Minha caixa de joias e bijuterias, a Bíblia, o livro que estou lendo, minha caixa de maquiagens e a de unha também, secador, chapinha. Acho que só.

5 – O que você costuma carregar na bolsa ou mochila?

Documentos, maquiagem, óculos escuros e de grau, remédios, livro, cartões de visita, fone de ouvido, celulares, cremes. Bolsa de mulher é fogo, não pode faltar nada

6 – Sua família te acha uma pessoa organizada?

Sim. Mas nada de exageros.

7 – Quando tira uma roupa, costuma deixá-la onde?

No meu cesto de roupas sujas. Nada de roupas espalhadas por ai.

8 – Costuma planejar seus dias de folga?

Não, dias de folga são pra fazer o que der na telha. A não ser que eu vá viajar ou tenha algum compromisso marcado.

9 – Costuma criar checklist? Para que?

Muitas, para praticamente tudo. Tarefas importantes, compras, lista de mala pra viagem, pensamentos aleatórios. O aplicativo que mais uso para isso é o Keep.

10 – Qual sua maior dificuldade em se organizar?

Não tenho dificuldades. Pra mim é muito fácil organizar coisas, finanças, compromissos, emails. Se precisar de ajuda me chama!

Gostaram? Espero que eu não perca leitores depois dessa tag sim!

Paz.