Uma Canção de Amor

Passei esse ultimo dia do feriado prolongado com o meu filme preferido.

00-uma-cancao-de-amor-para-bobby-long-papo-de-cinema

Uma Canção de Amor para Bobby Long é um filme independente americano baseado no romance Off Magazine Street (adicione no skoob) de Ronald Everett Capps. O filme foi dirigido e teve o roteiro adaptado por Shainee Gabel. O elenco conta com Scarlett Johansson, John Travolta e Gabriel Match, entre outros.

18867117

E seu roteiro me encantou por tratar de almas e corações quebrados, sobre culpa e sobre família. Filmes assim me ganham fácil. Outro ponto que me agrada muito é a conexão que o filme tem com a literatura americana e internacional, e o relacionamento das personagens principais com os livros.

São diversas as citações e referências a grandes escritores, poetas e dramaturgos. Resolvi relacionar abaixo essas citações para registrar aqui um pouco mais da minha admiração por esse trabalho.

18436245

Mas antes, trago a sinopse e algumas informações sobre o filme:

Sinopse

Panamá City, Flórida. Purslane Hominy Will (Scarlett Johansson) é uma jovem que fica sabendo tardiamente, através de seu namorado Lee (Clayne Crawford), que Lorraine, sua mãe, faleceu. Lorraine tinha apenas 40 anos e, como ela e Purslane não eram chegadas, Lee não se preocupou em comunicá-la prontamente. Purslane decide ir até Nova Orleans pela 1ª vez em muitos anos, na esperança de ir ao funeral da mãe, que foi enterrada um dia antes, e reivindicar a casa onde passou sua infância. Ela acredita que encontrará a casa de sua mãe abandonada, mas fica chocada ao constatar que ela é habitada por dois amigos da sua mãe: Bobby Long (John Travolta), um ex-professor de literatura que tem o hábito de conversar citando trechos de grandes escritores, e Lawson Pines (Gabriel Macht), um jovem protegido dele que sonha ser escritor. Na prática ambos são alcoólatras, sem dinheiro, cujas vidas tomaram um rumo errado anos atrás. Nenhum dos três têm a intenção de sair da casa e a situação fica ainda mais delicada com o antagonismo cada vez mais crescente entre Purslane e Bobby.

18867137

Curiosidades

  • Durante sua produção, Uma Canção de Amor para Bobby Long passou por vários problemas de orçamento. Vários extras chegaram a ser chamados e mandados embora sem pagamento, por causa do corte de sua cena. Além disto várias roupas confeccionadas para o filme foram devolvidas sem serem usadas, pelo mesmo motivo.
  • O filme não chegou a passar nos cinemas do Brasil, sendo lançado diretamente em vídeo.
  • Título Original: A Love Song for Bobby Long
  • Ano de produção: 2004
  • IMDB: 7,2 /10
  • Classificação: 16 anos
  • Duração: 119 minutos

Fonte: http://www.adorocinema.com

18867144

Citações

“Ele daria um maravilhoso cadáver.” – Martin Brick

“Não importa o que fizesse, havia música. Seu canto tocou minha alma” – Bobby Long (John Travolta)

“Cuidado, não podemos arrancar uma única pagina de nossas vidas, mas podemos jogar o livro inteiro no fogo.” – George Sand

“Só se morre uma vez, e por um longo tempo.” – Molière

“Trabalhe, como se fosse viver cem anos. E reze como se fosse morrer amanhã.” – Benjamin Franklin

“Por que estamos na terra, se não para crescer?” – Robert Browning

“Nunca lute limpo com um estranho.” – Arthur Miller

“Embromar: enrolar alguém de maneira muito patética para assegurar o próprio lugar no fracasso.” – Bobby Long (John Travolta)

“Quero dizer uma coisa, nesta ocasião em que estamos celebrando o amor e a amizade entre nós. Amigo, de inimigo eu te chamo. Você ai com uma moeda falsa na meia. Você ai meu amigo com ar de vencedor, que me mediu quando olhou atrevidamente para o meu segredo mais vergonhoso. E meu coração inteiro sobre o seu martelo. Apesar de ama-lo pelas suas falhas, tanto quanto pelas qualidades, meu amigo era um inimigo em pernas de  pau, com sua cabeça em uma nuvem engenhosa.” – Dylan Thomas

“Um visitante que não é bem vindo aparece só para nos lembrar do que sentimos falta, e nos deixar a tempo de esquecermos de novo.” Lawson Paines (Gabriel Macht)

“Eu só quero respirar todos os dias, felicidade compõe em altura o que falta em extensão.” –  Robert Frost

“Nunca devemos parar de explorar, e o fim de todas as explorações será chegar onde começamos e conhecer o lugar pela primeira vez.” T. S. Elliot

“E se um epitáfio  fosse minha história eu já teria um pequeno para mim. Eu escreveria em minha lápide que eu tive uma briga de amor com o mundo.” – Robert Frost

Trailer

 

Recomendo fortemente essa obra, apesar de não ser tão popular tem um grande poder em sua mensagem: a de que nunca estamos sozinhos e que as melhores coisas podem nascer das piores situações.

filmes_2570_uma20cancao20de20amor20para20bobby20long04

Paz.

Anúncios

25: Reconcialiação

Estava lendo sobre o novo álbum da Adele, que será lançado em novembro.

Adele fez um comunicado em seu twitter sobre os 3 meses que ficou afastada e sobre o conceito do novo álbum, e esse comunicado me atingiu forte. Sabe aquela sensação de “não estou sozinha no mundo”? Minha terapeuta já me disse pra tatuar isso. Tenho tido essa sensação várias vezes ultimamente, ainda bem. Egocentrismo não tem nenhum glamour… segue o comunicado dessa diva que é a Adele (mais uma pra minha lista):

Quando eu tinha 7 anos, eu queria ter 8. Quando eu tinha 8, queria ter 12. Quando eu completei 12, queria ter 18. Após isso, eu parei de querer ficar mais velha. Agora digo que tenho entre 16 e 24 só para ver se passo despercebida! Eu sinto que passei minha vida inteira até agora desejando algumas coisas. Sempre desejando ficar mais velha, desejando estar em outro lugar, desejando lembrar e desejando esquecer também. Eu sinto que passei minha vida toda até agora querendo isso. Sempre desejando que eu fosse mais velha, desejando que eu estivesse em algum lugar, desejando poder lembrar e poder esquecer também. Desejando que eu não tivesse arruinado tantas coisas boas porque eu estava assustada e entediada. Desejando que eu não fosse tão certinha toda hora. Desejando que eu tivesse conhecido melhor minha bisavó, e querendo que eu não me conhecesse tão bem, porque isso significa que eu sempre vou saber o que vai acontecer. Desejando não ter cortado meu cabelo, querendo ter 1,70m. Desejando que eu tivesse esperado e desejando que eu tivesse me apressado também.

Meu último CD foi um sobre término e se eu tivesse que definir esse seria sobre reconciliar. Eu estou fazendo as pazes comigo mesma. Recuperando o tempo perdido. Compensando tudo o que eu fiz e o que eu não fiz. Mas eu não tive tempo para me agarrar ao passado como eu fazia antes. O que está feito, está feito. Completar 25 anos foi um ponto de transformação para mim, bem no meio dos meus 20 anos. Oscilando entre o final da minha velha adolescência e da minha vida completamente adulta. Eu tomei a decisão de ser quem eu serei para sempre, sem encher um caminhão de mudanças com as minhas antiguidades. Eu sinto falta de tudo sobre meu passado, as coisas boas e as ruins, mas só porque elas não irão voltar. Quando eu estava lá, eu queria sair. Tão típico! É sobre ser uma adolescente, saindo por aí e falando merda, sem ligar para o futuro porque isso não importava tanto quanto importa agora. A habilidade de ser irreverente sobre tudo e não ter consequência. Até mesmo seguir ou quebrar as regras… Que é bem melhor que fazê-las.

’25′ é sobre conhecer quem eu me tornei sem nem me tocar disso. E me desculpem ter demorado tanto tempo, mas sabe, acontece.
Com amor, Adele.

Estou com 25. Esse ano foi um ano de mudanças para mim. Primeiro, foi como um divisor de águas, da Carol menina para a Carol mulher em vários aspectos. Depois, foi uma montanha russa de emoções, de decepções e descobrimentos. E agora estou em uma fase de adaptação, me amando muito mais e me permitindo ser mais eu mesma. Tudo muito difícil, as vezes doloroso, mas acima de tudo gratificante. Claro que não foi do nada, mas acontecimentos fortes me levaram a isso e eu estou aprendendo com eles.

Não sei se é algum tipo de ‘crise dos 25 anos’, mas estou certa de que é um processo que todos precisam passar mais cedo ou mais tarde. Encontrar sua essência, lutar por você e acreditar no seu potencial. E mesmo com todas as pedras que coloquei encontrei no caminho, não importa, eu estou amando esse roteiro que estou criando para o meu próprio filme.

Obrigada querida Adele.

Paz.

*Atualização: Liberaram hoje, 23OCT, o novo single da Adele – Hello: