Prometo te tratar com amor.

Gente eu não estava em Marte.

tumblr_ntc6jxuszh1tw9y8yo1_540

Parei, respirei, pensei e vi muita coisa nesse tempo. As palavras continuaram me acompanhando mas eu quis guardá-las um pouco aqui dentro antes de soltá-las. Mas vocês sabem que palavras não podem ficar muito tempo presas, é igual no relacionamento entre humanos. Se a gente gosta, cuida e deseja que o outro cresça, mas ela (e) é livre.

Então eu voltei com as coisas que vi e li, e com uma bagagem um pouco maior de palavras. E de ações também, que importam muito. Ações que me ajudam todos os dias a tentar ser melhor e me conhecer melhor.

200_s

Aprendi que independente do que os outros veem em você, o mais importante é que você seja cuidadosa (o) com o que você vê em você mesmo. Você precisar cuidar de si como cuida do espaço em que vive, com esmero e amor. Cuidar pra que toda a estrutura que te sustenta por tanto tempo e que passará o resto da vida com você seja acolhedor e amável. Não deixe que outro venha e dite como você deve arrumá-lo. Faço do seu corpo seu melhor amigo e não o trate com palavras feias e sentimentos de ódio e rancor. Ele nunca fez mais nada do que te dar suporte, calor e vida!

Sejam quais forem as suas características, ame-as antes de apontar os detalhes que não te agradam. Isso te ajuda a entender que nada é padrão, que nada é perfeito e que não existe regra para se parecer. Isso vai te ajudar a decidir o que é melhor para o seu corpo, mente e saúde. Isso te ensina a olhar para o outro de forma diferente também, e aceita-lo como ele é. Você entende que não existem defeitos, e sim detalhes.

Marcas contam histórias, cores e formatos são feitos para serem descobertos e decifrados. Tudo mostra um caminho percorrido, por você, por seus ancestrais, pela humanidade. E isso não é lindo?

tumblr_ml3kalwb5h1snlyh0o1_500

Por favor, quando estiver muito insuportável se olhar no espelho, olhe um pouco pra fora. Pra fora de si, da sua mente, da janela. Veja quantos padrões são quebrados só de olhar para a calçada do lado, para as pessoas na padaria, no trabalho, no banco. Não somos feitos em fábricas, com qualidade ISO 9001. Você não é um produto, você foi feito sob medida para viver seus sonhos, para enfrentar seus medos e conquistar amores.

14463138_1744454072446124_3363287509393027170_n

“Olá, corpo. Você está maravilhoso hoje, e eu prometo te tratar com amor.” – Frances Cannon

Ah,  foi tão bom soltar essas palavras! Tenho orgulho delas agora tão prontas e ao mesmo tempo com tanto caminho para percorrer. Elas vão e eu vou continuar por aqui com as palavras novas que vão chegar.

 

Paz.

Uma Canção de Amor

Passei esse ultimo dia do feriado prolongado com o meu filme preferido.

00-uma-cancao-de-amor-para-bobby-long-papo-de-cinema

Uma Canção de Amor para Bobby Long é um filme independente americano baseado no romance Off Magazine Street (adicione no skoob) de Ronald Everett Capps. O filme foi dirigido e teve o roteiro adaptado por Shainee Gabel. O elenco conta com Scarlett Johansson, John Travolta e Gabriel Match, entre outros.

18867117

E seu roteiro me encantou por tratar de almas e corações quebrados, sobre culpa e sobre família. Filmes assim me ganham fácil. Outro ponto que me agrada muito é a conexão que o filme tem com a literatura americana e internacional, e o relacionamento das personagens principais com os livros.

São diversas as citações e referências a grandes escritores, poetas e dramaturgos. Resolvi relacionar abaixo essas citações para registrar aqui um pouco mais da minha admiração por esse trabalho.

18436245

Mas antes, trago a sinopse e algumas informações sobre o filme:

Sinopse

Panamá City, Flórida. Purslane Hominy Will (Scarlett Johansson) é uma jovem que fica sabendo tardiamente, através de seu namorado Lee (Clayne Crawford), que Lorraine, sua mãe, faleceu. Lorraine tinha apenas 40 anos e, como ela e Purslane não eram chegadas, Lee não se preocupou em comunicá-la prontamente. Purslane decide ir até Nova Orleans pela 1ª vez em muitos anos, na esperança de ir ao funeral da mãe, que foi enterrada um dia antes, e reivindicar a casa onde passou sua infância. Ela acredita que encontrará a casa de sua mãe abandonada, mas fica chocada ao constatar que ela é habitada por dois amigos da sua mãe: Bobby Long (John Travolta), um ex-professor de literatura que tem o hábito de conversar citando trechos de grandes escritores, e Lawson Pines (Gabriel Macht), um jovem protegido dele que sonha ser escritor. Na prática ambos são alcoólatras, sem dinheiro, cujas vidas tomaram um rumo errado anos atrás. Nenhum dos três têm a intenção de sair da casa e a situação fica ainda mais delicada com o antagonismo cada vez mais crescente entre Purslane e Bobby.

18867137

Curiosidades

  • Durante sua produção, Uma Canção de Amor para Bobby Long passou por vários problemas de orçamento. Vários extras chegaram a ser chamados e mandados embora sem pagamento, por causa do corte de sua cena. Além disto várias roupas confeccionadas para o filme foram devolvidas sem serem usadas, pelo mesmo motivo.
  • O filme não chegou a passar nos cinemas do Brasil, sendo lançado diretamente em vídeo.
  • Título Original: A Love Song for Bobby Long
  • Ano de produção: 2004
  • IMDB: 7,2 /10
  • Classificação: 16 anos
  • Duração: 119 minutos

Fonte: http://www.adorocinema.com

18867144

Citações

“Ele daria um maravilhoso cadáver.” – Martin Brick

“Não importa o que fizesse, havia música. Seu canto tocou minha alma” – Bobby Long (John Travolta)

“Cuidado, não podemos arrancar uma única pagina de nossas vidas, mas podemos jogar o livro inteiro no fogo.” – George Sand

“Só se morre uma vez, e por um longo tempo.” – Molière

“Trabalhe, como se fosse viver cem anos. E reze como se fosse morrer amanhã.” – Benjamin Franklin

“Por que estamos na terra, se não para crescer?” – Robert Browning

“Nunca lute limpo com um estranho.” – Arthur Miller

“Embromar: enrolar alguém de maneira muito patética para assegurar o próprio lugar no fracasso.” – Bobby Long (John Travolta)

“Quero dizer uma coisa, nesta ocasião em que estamos celebrando o amor e a amizade entre nós. Amigo, de inimigo eu te chamo. Você ai com uma moeda falsa na meia. Você ai meu amigo com ar de vencedor, que me mediu quando olhou atrevidamente para o meu segredo mais vergonhoso. E meu coração inteiro sobre o seu martelo. Apesar de ama-lo pelas suas falhas, tanto quanto pelas qualidades, meu amigo era um inimigo em pernas de  pau, com sua cabeça em uma nuvem engenhosa.” – Dylan Thomas

“Um visitante que não é bem vindo aparece só para nos lembrar do que sentimos falta, e nos deixar a tempo de esquecermos de novo.” Lawson Paines (Gabriel Macht)

“Eu só quero respirar todos os dias, felicidade compõe em altura o que falta em extensão.” –  Robert Frost

“Nunca devemos parar de explorar, e o fim de todas as explorações será chegar onde começamos e conhecer o lugar pela primeira vez.” T. S. Elliot

“E se um epitáfio  fosse minha história eu já teria um pequeno para mim. Eu escreveria em minha lápide que eu tive uma briga de amor com o mundo.” – Robert Frost

Trailer

 

Recomendo fortemente essa obra, apesar de não ser tão popular tem um grande poder em sua mensagem: a de que nunca estamos sozinhos e que as melhores coisas podem nascer das piores situações.

filmes_2570_uma20cancao20de20amor20para20bobby20long04

Paz.

Descobri quem é Wolfgang.

Descobri também que gosto de música clássica. Sou careta demais pra minha idade?

mozart

Esse senhor ai parece ser. Não posso julgá-lo dessa forma porque ainda não o conheço tão bem. Mas conheço o seu nome agora: Wolfgang Amadeus Mozart (ou Johann Chrysostom Wolfgang Amadeus Mozart). Quando eu iria imaginar??

tumblr_inline_naqh5mfyoe1qz7j5g

Tudo bem que não há nenhum brilhantismo nessa descoberta, mas pra mim foi bem perturbador. Sempre achei que fosse apenas Mozart, simples assim. E o mais perturbador foi que não tive sono, tédio ou coisa parecida quando ouvi suas músicas. Evolução ou quebra de preconceitos? Talvez ambas as expressões signifiquem a mesma coisa, não é?

Piano Sonata nº 12. Me senti em um palco sendo levada pela música, e quis voar! Não era uma brisa, eu juro.

Lacrimosa. Essa toca fundo na alma, te leva pra outra dimensão. Uma distopia talvez.

Le Nozze di Figaro. Quero que essa sonata toque todos os dias quando eu sair de casa. Juro que vou sair saltitando de casa!

tumblr_lcpma83f4t1qe6mn3o1_500

Então imaginei como seria incrível ler acompanhada dessa trilha sonora. Quanto isso impulsionaria minha imaginação e daria um up grade para a história? Não sou especialista em Wolfgang (já somos quase íntimos), mas tenho certeza que encontraria uma música para cada tipo de história.

Estou preparada para quebrar as batutas do preconceito e mergulhar nessa experiência.

anigif_original-15973-1406293924-3

Vou juntar as coisas que mais me emocionam hoje em dia: ler e ouvir Amadeus (adoro brincar com os nomes dele rsrs).

O próximo Impressões de Leitura virá com um sabor diferente.

mozart-glasses

Beijo do Wolf 😉

Paz.

Questões vitais… ou não.

Tenho passado por um período de questionamentos.

Não tem sido fácil, mas ninguém disse que se conhecer e se reconhecer era fácil. Algumas lágrimas são necessárias, apertos no coração são inevitáveis. Mas a recompensa é muito amor, muito sorriso no rosto e orgulho gigante dessa pessoa que está renascendo.

Mas se eu pudesse me dar algumas dicas a 10 anos antes, com certeza eu diria: Carol, você é especial e sempre será. Não deixe que te façam acreditar o contrário. Também não se esforce tanto para se encaixar, não esconda sentimentos que são importantes para você. Se expressar não te faz parecer idiota, mas apenas humana.

Ah, e claro, padrões existem para aqueles que precisam de cartilha para viver. Você não precisa, só precisa acreditar em si mesma, ouvir mais seu corpo.

Leia, leia muito. Aprenda a ser crítica do que lê, em um futuro bem próximo os meios jornalísticos não serão muito confiáveis.

E falando em questões e muito drama, quero muito que vocês tenham contato com essa poesia cantada pelo 5 a Seco com Lenine. Amo demais esse caras. Prestem atenção na letra, como ela diz mais do que as palavras em si, como ela representa o caos da nossa atualidade e a pouca importância que estamos dando a tudo isso. É uma questão (olha a danadinha da questão ai de novo rsrs) de rever prioridades:

Olhe bem
Veja o degelo das calotas do desdém
Que abriu pandora e agora
Pode ser por mal ou ser por bem
Planos pra depois do vendaval

Yes we can
Suave na nave sem vacilo e sem vintém
E não tem trave embora
Agora o trem da história já partiu
Ache a sua própria condução

Pois agulha nunca vai faltar
Para injetar mais caos no caos
Ou não

Olhe só
O nano desespero de voltar ao pó
E a macroeconomia cheia de indecências cambiais
Para engrandecer os campeões

Onde estou
Arroba deus que me dê forças ponto com
E até os fodidos da cabeça sabem recitar de cor
Que de muito antes vem o nó

Mas enquanto o ocidente cai
Ficam para nós questões vitais tais

Será que vai chover agora?
Deitar ou dar um rolê lá fora?
Trepar ou ver TV de peignoir?

Pra já ou no cartão sem juros?
Com mel, gelo e limão ou puro?
Comprar um novo apê ou um all star?

Paz.

Vamos falar sobre: Dr. House e o Blues

Amo assistir ao seriado House.

Fico reprisando no Netflix incessantemente até enjoar. Porque a relação do Dr. House com suas equipes de diagnósticos é tão turbulenta e impressionante, não é apenas medicina e sim um estudo desinteressado das relações humanas, da ética, e da nossa relação com a dor e a tristeza.

A personalidade desse médico nada convencional nos atrai de uma forma que nos pegamos as vezes por aplaudir condutas que na verdade são censuráveis. Mas um lado dessa personalidade que mais me atrai é a sua sensibilidade para a música, mais especificamente para o blues. Na série ele toca piano, mas na vida real também é ligado a música. O ator Hugh Laurie também é um premiado músico britânico.

E como com todos aqueles que eu admiro o trabalho e a vida, não me privei de ir em busca de um pouco mais dessa arte que ele aprecia, e que não achei que fosse mal beber da mesma fonte.

Primeiro um pouco de didática resumida:

O blues teve sua origem na expressão cultural através da música de uma minoria ligada à população negra americana. Eles procuravam redenção na música, tentando explicar através dela seus sentimentos, e por um bom tem tempo o blues foi o reflexo dos negros… O blues foi criado por músicos que não tinha conhecimento teórico musical e por isso tinha como fundamento a improvisação das letras e improvisação instrumental, que é uma das principais diferenças do Blues em relação ao Jazz.

Fonte: Agudos e Graves

Não vou discorrer aqui sobre grandes nomes do Blues e de sua história, mas sobre o que eu senti ao ouvi-lo. Como eu falava de poesia e poemas agora há pouco, deixei a criatividade voar por essa letra que é um verdadeiro poema:

So many days since you went away
I often think of you night and day
But I know that someday
Someday darling I won’t be trouble no more
Trouble trouble and misery
Is about to get the best of me
But I know that someday, someday darling
I won’t be trouble no more

I told you my story
I sang my song
about you leaving baby
you know that’s wroing
But oh, someday, someday darling
I won’t be trouble no more

Como no poema, ouvi a letra algumas vezes até começar a criar um cenário na minha mente. A impressão que tenho é que houve, claro, um término de relacionamento e a música fala sobre a promessa de ser melhor, de mudar, pois agora ele é só “Trouble trouble and misery” (problema e miséria). Então eu me encontro em um ambiente mais escuro e com fumaça de cigarro, em uma época de glamour mas também de opressão. O relacionamento já desgastado pelos tropeços e caídas do parceiro, e por fim o abandono. O ex-parceiro não conseguiu largar dos maus vícios, as manias erradas e acabou sufocando qualquer sentimento. Quem se foi não vai voltar, provavelmente, pois já esgotou suas esperanças. Mas o ex-parceiro acredita em sua própria promessa, um dia ele não será mais o problema.

Olha ai o texto nos contando mais do que as palavras podem dizer! Claro que foi mais uma descoberta maravilhosa. Isso é mágico. Eu já tinha tido experiências com o jazz e o blues e gostado muito, mas esse novo olhar para a poesia deixa o mundo um pouco maior.

Pra finalizar, não posso deixar de exemplificar o ótimo trabalho de Hugh Laurie:

Fascinante!

Paz.

Poemas: estou fazendo isso errado.

Descobri que ler poemas não é tão simples assim.

Sempre achei que fosse questão de gosto, que não era minha praia, que era coisa de gente muito viajada (na maionese). Mas meus queridos, cai do cavalo e o tombo foi feio. E foi lindo também.

Vou explicar. Um dia desses eu estava assistindo um filme chamado “Mentes Perigosas” e a história era a já conhecida sobre a professora (o) que tem um grande desafio pela frente ao assumir uma classe de alunos desacreditados por todos e com um péssimo comportamento. Mas o que  fudeu  explodiu com minha mente foi a aula sobre como ler poemas. A professora explicou a necessidade de interpretar e reconhecer os códigos dos versos. Poemas não são feitos no sentido literal!

Foi nesse momento que eu pensei: estou fazendo isso errado. Então resolvi pesquisar mais sobre isso, já que minha memória sobre o que é poesia, poema, e soneto já estava bem fraca. Segue um resumo que gostei bastante:

No sentido etimológico, poesia vem do grego poiesis, que pode ser traduzido como a atividade de produção artística ou a de criar ou fazer. Com base nisso, a poesia pode não estar só no poema, mas também em paisagens e objetos. Trata-se, enfim, de uma definição mais ampla, que abarca outras formas de expressão, além da escrita.

Já o poema também é uma obra de poesia, mas que usa palavras como matéria-prima. Na prática, porém, convencionou-se dizer que tanto o poema quanto a poesia são textos feitos em versos, que são as linhas que constituem uma obra desse gênero.

Por fim, o soneto é um poema de forma fixa. Tem quatro estrofes, sendo que as duas primeiras se constituem de quatro versos, cada uma, os quartetos, e as duas últimas de três versos, cada uma, os tercetos. Todos eles têm dez sílabas poéticas, classificando-se como decassílabos. Os sonetos costumam ter uma estrutura semelhante. O texto começa com uma introdução, que apresenta o tema, seguida de um desenvolvimento das ideias e termina com uma conclusão, que aparece no último terceto. Essa é, em geral, a estrofe decodificadora de seu significado.

Fonte: Nova Escola

Também assisti a algumas aulas online sobre como ler poemas e interpretá-los, então vou fazer um teste e vocês podem dizer o que acharam. O que foi mais comentado é que cada leitor pode interpretar um poema de uma forma diferente, dependendo das experiências já vividas, sentimentos atuais e compreensão de mundo. E uma dica interessante é trabalhar com a musicalidade do poema, pois como obras de arte a música e a escrita se encontram diversas vezes nos versos.

Esse poema eu li hoje no blog A Parte e o Todo de Mim da Cris Campos. Obrigada Cris pela autorização de utilizar esse belo poema!

aqui onde você
metal e pluma
num todo só
serpeiam penugens

labirinto natural de reações
ideia concreta de sentidos
delicados mapas

rios que beiram terras
num dia que não finda
e nem quer.

A minha impressão mais forte depois de lê-lo 2 vezes (dizem que ler o poema várias vezes é fundamental) é de que o corpo humano está sendo retratado nesses versos, em uma situação de corpos se descobrindo:

labirinto natural de reações
ideia concreta de sentidos

A parte  das penugens também me chamou atenção para isso. “Metal e pluma“, esse verso me fez pensar em quanto somos fortes e sensíveis ao mesmo tempo. Temos pele e músculos que nos protegem fisicamente, mas não só isso. Nossa mente também nos fazer sentir muitas vezes poderosos quando estamos de bem com quem somos. Mas ao mesmo tempo somos sensíveis as palavras, ao toque de quem gostamos, e aos sentimentos que não controlamos. Por isso choramos, rimos, ficamos depressivos, voamos leve quando estamos amando, mas nos despedaçamos quando somos incompreendidos ou decepcionados.

Como eu disse, o tombo foi lindo. Vocês podem perceber quanto sentimento, informação e história tiramos de um único verso? Estou extasiada com essa nova janela que abriu no meu pequeno mundinho.

Então, possivelmente verão mais impressões de leitura de poemas por aqui. 😉

Paz

Manda nudes!

_ Então, depois daquele dia ela nunca mais falou com você?
_ É, basicamente isso.
_ E o que você fez pra ela fugir?
_ Nada demais, ela pediu um nudes e eu mandei um poema.
_ Que porra tu tava pensando ao mandar poesia pra ela?
_ Ora! Ela num queria me ver nu? Então, não existe lugar algum em qu’eu fique mais despido que um poema.

(Gonzaga Neto)

Retirado do Facebook do Heder Novaes

Paz